Medicina Especialidade Medicina do Trabalho

Em relação aos fatores que influenciam as perdas auditivas relacionadas ao trabalho é incorreto afirmar que

  • A.

    indivíduos portadores de perdas auditivas do tipo condutivas, como nos casos de seqüelas de otite média crônica, perfurações timpânicas e timpanoesclerose, são mais suscetíveis ao ruído.

  • B.

    indivíduos portadores de perdas auditivas sensorioneurais não-ocupacionais são naturalmente mais sensíveis ao ruído e constituem um grupo de alto risco para trabalhar em ambientes ruidosos.

  • C.

    características do ruído tais como a intensidade, o aspecto de freqüência e o tipo de ruído (contínuo, intermitente) constituem importantes fatores para o aparecimento da doença.

  • D.

    agentes como os fumos de chumbo, mercúrio e manganês, assim como solventes como o tolueno e o tetracloretileno são ototóxicos, e em exposições concomitantes ao ruído intenso podem apresentar efeitos sinérgicos sobre o aparelho auditivo.

  • E.

    a associação das exposições ao ruído intenso e à vibração podem apresentar efeito interativo na perda auditiva.