Medicina Especialidade Medicina do Trabalho

Asma ocupacional é definida como obstrução reversível ao fluxo aéreo e/ou hiper–responsividade brônquica em decorrência de causas e condições atribuíveis a um determinado ambiente de trabalho e não a estímulos externos. Nota-se, porém o desencadeamento de crises por estímulos inespecíficos, tais como exercícios físicos, infecções e outros. Considerando trabalhadores de biotérios, padeiros e trabalhadores em refinarias ou soldadores, os respectivos agentes causadores de asma ocupacional são

  • A.

    alérgenos animais, cereais e metais.

  • B.

    alérgenos de peixe, látex e cloramina.

  • C.

    enzimas, cereais e poeiras de madeira.

  • D.

    cereais, glutaraldeído e metais.

  • E.

    alérgenos animais, poeiras de madeira e látex.