Medicina Especialidade Medicina do Trabalho

Hoje há cada vez mais vagas para trabalhos em turno; várias indústrias e prestadores de serviços essenciais funcionam 24h por dia. Diversas questões de saúde envolvem os trabalhadores que desempenham suas funções em turnos, principalmente os que trabalham durante a madrugada. Eles estão mais sujeitos a alterações do sono, distúrbios gastrointestinais, perturbações psiconeuróticas e doenças cardiovasculares. No Brasil, menores de 18 anos são proibidos de realizar trabalhos perigosos em turnos; portanto, o médico do trabalho deve ser criterioso na admissão do indivíduo que vai trabalhar em turnos. O trabalho em turnos é contraindicado para trabalhadores com

  • A.

    asma, necessitando de medicação regular, hipertensão arterial e gastrite crônica.

  • B.

    epilepsia, doença coronariana e depressão crônica em uso de medicação regular.

  • C.

    hipertensão arterial em uso de múltiplos medicamentos, gastrite crônica e diabetes.

  • D.

    síndrome do cólon irritável com sintomas graves, diabetes e hipertensão arterial.

  • E.

    transtorno de ansiedade generalizada, epilepsia e histórico de tuberculose.