Medicina Especialidade Medicina do Trabalho

Para se implantar um programa de segurança e de qualidade, em qualquer área da empresa, é necessário conhecer profundamente os mecanismos que resultam em aprendizado correto e prática igualmente correta. Abre-se aqui um campo especialmente fértil e atual do conhecimento, a chamada Ergonomia da Cognição ou Ergonomia Cognitiva, que utiliza na sua base teórica o conhecimento acumulado sobre aprendizagem do ser humano, e como principal ferramenta prática a análise detalhada de causas da falha humana.

(Hudson de A. Couto, Ergonomia Aplicada ao Trabalho, Vol. II, p. 241)

Identifique, entre as causas abaixo, aquela que NÃO constitui falha humana:

  • A. Falta de aptidão física ou mental.
  • B. Motivação incorreta.
  • C. Condições salariais inadequadas.
  • D. Condições ergonômicas inadequadas.
  • E. Deslizes.