Medicina Especialidade Medicina do Trabalho

Homem, 68 anos, obeso, trabalhador há 30 anos em indústria química em setor de diluentes, tabagista (mais de 30 cigarros por dia), hipertenso com tratamento irregular, chega ao PS, após um dia inteiro de trabalho, com queixa de precordialgia tipo aperto há pouco mais de 40 minutos, acompanhado de palpitações, náuseas e vômitos. Relata irradiação para MSE e mandíbula. O ECG apresenta inversão profunda (> 7 mm) e simétrica da onda T, que se normaliza com o uso de nitrato sublingual, havendo também melhora da dor. Nesse caso,

  • A.

    deve-se indicar ao paciente fazer uma prova isquêmica não invasiva, uma vez que não é possível definir o diagnóstico de síndrome coronariana aguda.

  • B.

    há indicação de trombólise farmacológica.

  • C.

    como há melhora da dor e do ECG, o paciente pode ser encaminhado para o ambulatório de cardiologia para estratificar o risco de doença arterial coronariana.

  • D.

    o diagnóstico definitivo é infarto agudo do miocárdio.

  • E.

    o diagnóstico pode ser angina instável ou infarto agudo do miocárdio sem supradesnivelamento de ST.