Medicina Especialidade Medicina do Trabalho

Na fila de espera de um posto de saúde, conversava-se sobre o calendário de vacinação do adulto e do idoso do Ministério da Saúde. Um dos que esperavam apresentou uma informação INCORRETA ao dizer que

  • A.

    a mulher grávida com a vacina em dia, mas que recebeu sua última dose há mais de 05 (cinco) anos, precisa receber uma dose de reforço da dT.

  • B.

    a vacina tríplice viral SCR (sarampo, caxumba, rubéola) deve ser administrada a mulheres de 12 a 49 anos que não tiverem comprovação de vacinação anterior.

  • C.

    a vacina contra pneumococo é oferecida durante a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso (60 anos ou mais) aos indivíduos que vivem em instituições fechadas.

  • D.

    aqueles que, a partir dos 20 anos, não tiverem comprovação de vacinação anterior devem realizar o esquema completo de vacinação contra difteria e tétano (dT tipo adulto).

  • E.

    os moradores de áreas endêmicas da febre amarela devem receber esquema inicial de 3 doses da vacina (com intervalo de 2 meses) e reforço a cada 10 anos, por toda a vida.