Medicina Especialidade Medicina do Trabalho

Trabalhadores celetistas que tenham vínculo empregatício há mais de 18 anos e apresentem doença sem nexo causal e com incapacidade laborativa prevista por tempo maior do que 15 dias devem ser examinados, sendo emitido relatório médico com encaminhamento para a Previdência Social. A concessão do beneficio, nesse caso, é classificada como

  • A.

    “auxílio-doença acidentário”, com estabilidade no emprego.

  • B.

    “auxílio-doença de qualquer natureza”, sem estabilidade no emprego.

  • C.

    “auxílio-doença previdenciário”, sem estabilidade no emprego.

  • D.

    “auxílio acidente”, com estabilidade no emprego.

  • E.

    “auxílio acidente”, sem estabilidade no emprego.