Medicina Especialidade Medicina do Trabalho

De acordo com as diretrizes e parâmetros mínimos para avaliação e acompanhamento da audição em trabalhadores expostos a níveis de pressão sonora elevados, dispostas no Anexo I da NR7, são considerados sugestivos de perda auditiva induzida por níveis de pressão sonora elevados os casos cujo audiograma nas frequências de

  • A.

    3.000 e ou 4.000 e ou 6.000 Hz apresentem limiares auditivos acima de 10 dB (NA) e mais elevados do que nas outras frequências testadas, desde que não comprometidas, tanto no teste da via aérea quanto da via óssea, em um ou em ambos os lados.

  • B.

    3.000 e ou 4.000 e ou 6.000 Hz apresentem limiares auditivos acima de 25 dB (NA) e mais elevados do que nas outras frequência testadas, estando estas comprometidas ou não, tanto no teste da via aérea quanto da via óssea, em um ou em ambos os lados.

  • C.

    2.000 e ou 4.000 e ou 6.000 Hz apresentem limiares auditivos acima de 25 dB (NA) e mais elevados do que nas outras frequências testadas, desde que não comprometidas no teste da via aérea, em ambos os lados.

  • D.

    3.000 e ou 4.000 e ou 6.000 Hz apresentem limiares auditivos menores de 20 dB (NA) e mais elevados do que nas outras frequências testadas, desde que não comprometidas no teste da via aérea, em um ou em ambos os lados.

  • E.

    2.000 e ou 4.000 e ou 6.000 Hz apresentem limiares auditivos acima de 25 dB (NA) e mais elevados do que nas outras frequências testadas, estando estas comprometidas no teste da da via óssea, em um ou em ambos os lados.