Medicina Especialidade Medicina do Trabalho

Com relação às perdas auditivas,

  • a.

    acredita-se que um ruído de 80 dB (A) seja inofensivo para a maioria das pessoas, a uma exposição máxima de 12 horas.

  • b.

    a otalgia é quase tão habitual no trauma acústico quanto na exposição continuada.

  • c.

    a ocorrência de perdas auditivas depende somente de fatores ligados ao indivíduo, às características do ruído e ao tipo de exposição.

  • d. os sons nas freqüências de 250, 500, 1000, e 3000 Hz são os que mais interferem na comunicação social oral.
  • e.

    a comprovação de recrutamento pode ser sugerida por baixos limiares de reflexos estapedianos, principalmente entre 3000 e 4000 Hz.