Medicina Especialidade Medicina do Trabalho

Candidata a trabalho como secretária executiva, 28 anos, negra, previamente hígida, sem tratamento, com última menstruação há cerca de 10 dias, tabagista, com 7 cigarros por dia há 8 anos. Traz exames laboratoriais apresentando: glicemia de jejum = 89, colesterol total = 180, HDL = 55, triglicerídeos = 142, hemograma com VG = 34%, hemoglobina = 11 g/dL, leucócitos = 3500, eosinófilos = 5%, neutrófilos = 1300 e plaquetas = 150.000. O exame físico apresenta-se sem particularidades. Com relação a esse exame, é correto afirmar:
  • A. A candidata é inapta, uma vez que apresenta eosinofilia importante, o que pode ser um fator predisponente de alergias variadas.
  • B. A candidata é apta ao cargo e funções pretendidas, entretanto deve ser orientada em relação ao sedentarismo, tendo em vista o baixo HDL apresentado.
  • C. A candidata é apta, mas seus níveis de colesterol são considerados limítrofes, havendo, portanto, indicação de início de tratamento com estatina.
  • D. A candidata é inapta ao trabalho, pois apresenta um quadro importante de anemia aplástica que, associada ao tabagismo, pode acarretar doenças como a leucemia.
  • E. A candidata é apta ao cargo. Os achados dos exames laboratoriais apresentaram quadro de anemia leve, associado a uma neutropenia, o que sugere um caso de neutropenia benigna étnica.