Medicina Especialidade Nefrologia

Um homem com 35 anos de idade está em programa de hemodiálise crônica há 5 anos. A insuficiência renal foi devida a uma glomerulonefrite diagnosticada por meio de biópsia renal feita há 9 anos, com laudo de glomerulosclerose segmentar e focal (GESF). Atualmente, ele está recebendo 3 sessões semanais de 4 horas de hemodiálise, acesso vascular por fístula arteriovenosa, dialisador de polissulfona. Está em uso de eritropoetina humana recombinante (4.000 ui por semana), hidróxido de ferro (100 mg IV por semana), carbonato de cálcio (3,0 g por dia) e calcitriol (0,50 :g por dia). Os exames realizados esta semana mostraram índices de hemoglobina de 11,5 g/dL, ferritina de 850 0g/mL e saturação de transferrina de 55%. O cálcio sérico total foi de 10 mg/dL, o fósforo, de 7,0 mg/dL e o PTH sérico, de 420 pg/mL. A adequação da diálise aferida pelo índice de remoção da uréia foi de 55%.

Com relação ao quadro clínico apresentado acima, julgue os itens que se seguem.

No caso do paciente em questão, o índice de remoção de uréia está indicando uma boa adequação da diálise.

  • C. Certo
  • E. Errado