Medicina Especialidade Cirurgias Neurocirurgia

Um indivíduo desempregado foi vítima de agressão física (paulada) na região temporal esquerda e perdeu a consciência no momento. Foi socorrido e levado até o hospital da cidade onde mora, quatro horas após o trauma. Estava alcoolizado, somando 14 pontos na escala de Glasgow. Estudo radiológico simples de crânio evidenciou fratura linear temporal esquerda. Tendo iniciado quadro de sonolência progressiva, que foi atribuído à cachaça, foi mantido em observação. Na manhã seguinte, quando não mais respondeu aos estímulos e passou a apresentar respiração ruidosa, foi transferido para o hospital da capital, onde entrou em estado comatoso, exibindo, espontaneamente, postura de descerebração à esquerda associada a hemiplegia direita. As pupilas apresentavam anisocoria, sendo a pupila esquerda maior do que a direita. TC de crânio mostrou imagem hiperdensa em forma de lente biconvexa, volumosa, temporal esquerda, acarretando importante desvio de linha média.

Acerca desse quadro clínico, julgue os itens de 106 a 110.

O mecanismo fisiopatológico do traumatismo, nesse caso, provavelmente deu-se por ruptura da artéria meníngea média.

  • C. Certo
  • E. Errado