Medicina Especialidade Cirurgias Neurocirurgia

A medicina fetal tem utilizado diversas metodologias para diagnóstico e tratamento. Considerando essa temática e assuntos correlacionados é correto afirmar que

  • A.

    em caso de transfusão arterial reversa (TRAP), em uma gravidez de gêmeos idênticos, um deles pode apresentar malformação grave (incompatível com a vida) denominada feto acádico. O gêmeo normal acaba bombeando sangue para si mesmo e para o feto acárdico, correndo o risco de sobrecarregar seu coração, levando à morte. A cirurgia endoscópica fetal que interrompe, por meio do laser, a circulação de sangue para o feto acárdico parece ser o método mais seguro para fazer cessar a transfusão.

  • B.

    apesar de não provocar hipertensão pulmonar, a hérnia diafragmática congênita compromete o desenvolvimento pulmonar, por fazer com que os pulmões sofram compressões pelas visceras abdominais na cavidade torácica.

  • C.

    teratoma sacrococcígeo é um tipo de tumor maligno que aparece na região sacral fetal. A cirurgia fetal endoscópica, por meio do laser, pode coagular os vasos do tumor, reduzindo sua velocidade de crescimento, poupando o coração fetal.

  • D.

    mielomeningocele não sofre influência do pH do líquido amniótico.

  • E.

    em transfusão entre gêmeos (síndrome de transfusão feto-fetal), quando não estão sob terapia, os casos graves tem 50% de chance de sobreviver. Caso sejam submetidos a terapia através da coagulação a laser dos vasos comunicantes na superfície da placenta a sobrevida de pelo menos um feto chega a 80%.