Medicina Especialidade Cirurgias Neurocirurgia

As novas diretrizes de ressuscitação cardiopulmonar (RCP) enfatizam a importância das compressões torácicas de alta qualidade e modificam algumas rotinas. O conhecimento das manobras de ressuscitação cardiopulmonar (RCP) é prioridade de todo profissional de saúde. Considerando as informações apresentadas, assinale a opção, cujo tema, apresenta, além de outras complicações, alto risco de morte.

  • A.

    A dobutamina, amina simpatomimética, é indicada em condições de baixo débito cardíaco com volemia normal ou aumentada. Essa droga deve ser diluída em solução glicosada a 5% ou solução fisiológica a 0,9%, e seu uso monitorizado devido ao risco de taquicardia.

  • B.

    Os pacientes com choque séptico são muito sensíveis à infusão de baixas doses de vasopressina, a qual exerce seu efeito vasoconstritor pela interação com receptores não-adrenérgicos. Desta forma, sua ação não é afetada pela downregulation de receptores beta e alfa adrenérgicos, comumente observada em pacientes com choque séptico.

  • C.

    Paradas cardíacas podem ocorrer por quatro diferentes ritmos: fibrilação ventricular (FV), taquicardia ventricular sem pulso (TVSP), atividade elétrica sem pulso (AESP) e assistolia. A FV representa uma atividade elétrica desorganizada e a TVSP, uma atividade elétrica ventricular organizada, ambas sem a capacidade de gerar fluxo sanguíneo. A AESP engloba um grupo heterogêneo de ritmos elétricos organizados, associado à ausência ou à inefetiva atividade ventricular mecânica. A assistolia representa a ausência de atividade elétrica ventricular detectável.

  • D. A pressão venosa central (PVC) é a pressão dentro do átrio esquerdo; ela serve como guia para a reposição hídrica e tem valores normais de 4 cmH2O a 10 cmH2O.
  • E.

    O fentanil é um fármaco do grupo dos opióides muito utilizado em unidades de terapia intensiva pediátrica. O uso desta droga pode resultar em sedação e analgesia.