Medicina Especialidade Neurologia

Um senhor de 58 anos de idade foi encaminhado ao neurologista de sua cidade, com quadro demencial e indicação para investigação de doença de Alzheimer (DA). Terminado o atendimento, concluiu-se que o quadro não era típico de DA. O paciente apresentava, no exame físico, dificuldade para andar e instabilidade ortostática com olhos fechados, pupilas de Argyll Robertson, papilas sutilmente pálidas, hiper-reflexia osteotendínea global e sinal de Babinski bilateral. A avaliação sensitiva era dificultada pela alteração mental — logorréico com quadro megalomaníaco e delírios paranóides. Minimental: 12/30. Paciente com nível superior.

Considerando o quadro clínico acima apresentado, julgue os seguintes itens.

Se esse paciente tiver passado de enxaqueca com aura e irmãos com menos de 50 anos de idade portadores de declínio cognitivo, enxaqueca e doença vascular cerebral, será correto considerar a possibilidade de arteriopatia cerebral autossômica dominante com infartos subcorticais e leucoencefalopatia (cadasil).

  • C. Certo
  • E. Errado