Medicina Especialidade Neurologia

Sobre as cefaleias autonômicas trigeminais (CAT), é correto afirmar:

  • A.

    Na análise do sangue da veia jugular ipsilateral ao lado doloroso durante os ataques de cefaleia em salvas e hemicrania paroxística encontram-se concentrações aumentadas do peptídeo relacionado ao gene da calcitonina e do peptídeo vasoativo intestinal.

  • B.

    Fazem parte do grupo das CAT a cefaleia em salvas, a hemicrania paroxística e a síndrome SUNCT (short-lasting unilateral neuralgiform headache attacks with conjunctival injection and tearing).

  • C.

    O efeito terapêutico do sumatriptano nos ataques de cefaleia em salvas está possivelmente relacionado à grande facilidade com que a droga ultrapassa a barreira hematoencefálica e antagoniza os receptores centrais 5-HT1D e 5-HT1B.

  • D.

    A cefaleia em salvas epsódica pode ser tratada por estimulação de alta frequência do hipotálamo posterior como primeira opção terapêutica.

  • E.

    Apneia obstrutiva do sono, tabagismo, altitudes elevadas, diferentemente do uso de álcool e da privação de sono, são gatilhos associados ao aparecimento dos episódios dolorosos em salvas.