Medicina Especialidade Neurologia

Um senhor de meia idade, origem alemã, natural e procedente de Tijucas/SC, foi trazido por familiares para uma avaliação neurológica. Ele era um alcoolista pesado desde longa data e exerceu atividade política até recentemente. Colegas e familiares relatam mudança significativa do seu comportamento nos últimos três meses. Sua esposa suspeita que ele está ficando “esclerosado da bebida”. O exame clínico geral revela um fascies pletórico, com hipertrofia de parótidas; e, em termos neurológicos, observa-se evidente deterioração cognitiva, de moderada a grave intensidade associada com abolição dos reflexos aquileus; dor à compressão das panturrilhas e movimentos oculares anormais com aparente paralisia dos movimentos oculares externos. Exame cardiovascular com alterações mínimas.

Dentre as várias alternativas diagnósticas possíveis para o seu caso, inicialmente seria recomendável pensar em qual das alternativas elencadas abaixo?

  • A.

    Doença de Alzheimer

  • B.

    Síndrome de Wernicke-Korsakoff

  • C.

    Demência por múltiplos infartos cerebrais

  • D.

    Hematoma subdural crônico

  • E. Hidrocefalia de alta pressão