Medicina Especialidade Neurologia

Texto para as questões 46 e 47

Um paciente, com cinquenta anos de idade, obeso, diabético sem controle regular, foi operado há um mês, após sofrer traumatismo raqui-medular. Na ocasião, teve a coluna fixada por via posterior, com instrumentação e enxertia óssea nos níveis T12- L1-L2-L3. Há dez dias, passou a queixar-se de dor lombar que não melhorava com medidas posturais, piorando gradativamente ao longo dos dias. No momento, percebe-se a saída de secreção purulenta pela ferida operatória, que não cicatrizou completamente até então. Não houve déficit neurológico adicional, além do ocorrido em função do trauma.

Com base nas informações apresentadas no texto, assinale a opção correta.

  • A.

    O manejo inicial deste caso inclui o início de tratamento antimicrobiano e reabordagem cirúrgica, para limpeza e desbridamento, e pode incluir ou não a retirada do material de fixação.

  • B.

    Pelas características da cirurgia realizada e do intervalo de apresentação clínica, pode-se afirmar que a infecção é superficial, provavelmente relacionada ao mau controle glicêmico.

  • C.

    O tratamento antimicrobiano nesta situação deverá ser prolongado e exclusivamente intravenoso. Observa-se menor eficácia do tratamento antimicrobiano por via oral.

  • D.

    Pelo fato de o processo infeccioso se apresentar após um mês da cirurgia, essa infecção é classificada como tardia, tendo como causa mais provável a disseminação hematogênica de outro foco.

  • E.

    A identificação do agente infeccioso é fundamental para guiar o tratamento antimicrobiano, e para isto a melhor forma é a coleta de swab da ferida operatória.