Medicina Especialidade Neurologia

Homem de 45 anos apresentou há 4 dias hemorragia subaracnóide secundária a aneurisma de cerebral média esquerda, clipado sem intercorrências no primeiro dia. Hoje evoluiu com sonolência e déficit de força em hemicorpo à direita. Tomografia computadorizada de crânio mostra-se inalterada em relação ao exame no pós-operatório imediato. Não há alterações metabólicas e doppler transcraniano mostra aumento da velocidade de fluxo na artéria cerebral média esquerda e índice de Lindergard maior que 6. A piora do quadro neurológico é

  • A. provavalmente devido a ressangramento do aneurisma, devendo-se colher líquor para confirmar o diagnóstico.
  • B. relacionada a vasoespasmo, comprovado pelo doppler transcraniano, devendo-se instituir terapia com hiperidratação, hipertensão e hemodiluição.
  • C. devido a hipertensão intracraniana, devendo-se realizar punção lombar terapêutica e programar derivação ventrículo-peritoneal.
  • D. devido a vasoespasmo, mas com índice de Lindergard maior que 6 não são necessárias condutas adicionais.
  • E. devido a crise epiléptica, devendo-se aumentar dose de anticonvulsivantes.