Medicina Especialidade Neurologia

Considere um paciente de 60 anos em terceiro pós-operatório de craniectomia descompressiva por acidente vascular cerebral extenso evoluindo em coma aperceptivo e arreativo há 24 horas. É correto afirmar que

  • A. o achado eletroencefalográfico que define morte encefálica em pacientes com craniectomia descompressiva é a atividade de surto-supressão.
  • B. a prova de apnéia é proscrita em pacientes acima dos 50 anos por haver alto índice de parada cárdiorespiratória durante a manobra.
  • C. a craniectomia descompressiva não deveria ter sido indicada, pois não altera a mortalidade do quadro.
  • D. não é possível estabelecer diagnóstico clínico de morte encefálica em pacientes em pós-operatório de neurocirurgia.
  • E. o movimento dos membros ao mover a cabeça não exclui o diagnóstico de morte encefálica.