Medicina Especialidade Neuropediatria

Você foi chamado para atender a um adolescente internado na Pediatria. Trata-se de uma menina com lúpus eritematoso sistêmico, com 14 anos e que vinha em uso de corticoterapia prolongada para o tratamento de sua doença de base, mas precisou interromper o uso subitamente em virtude de um quadro de hipertensão arterial refratária aos antihipertensivos. O motivo do parecer é que a paciente vem se queixando de cefaleia com intensidade crescente, predominantemente matinal e associada com vômitos nas últimas 12 horas. Seu exame neurológico evidencia redução da acuidade visual, edema bilateral de papila óptica e paralisia de VI nervo bilateral. O pediatra já solicitou uma ressonância de crânio, cujo resultado foi normal. Dentre as hipóteses diagnósticas abaixo, assinale a mais adequada.

  • A.

    Pseudotumor cerebral.

  • B.

    Esclerose múltipla.

  • C.

    Vasculite cerebral.

  • D.

    Encefalopatia hipertensiva.

  • E.

    Doença de Kearns Sayre.