Medicina Especialidade Obstetrícia

Uma paciente com 31 semanas de gestação, gesta 1, residente em zona rural, vem sendo tratada com hipotensores, diuréticos e dieta hipossódica para hipertensão arterial. É encaminhada ao hospital, onde chega queixando-se de dor no hipocôndrio direito, náuseas e cefaléia. Apresentou nível pressórico de 180/130 mmHg, em anasarca, icterícia e oligúria. Os exames revelaram: anemia, trombocitopenia, hiperbilirrubinemia, TGO e TGP elevadas, proteinúria e creatinina de 1,4 mg/ dl. O diagnóstico e conduta mais prováveis são, respectivamente:

  • A.

    Púrpura trombocitopênica idiopática e deve-se realizar cesárea;

  • B.

    Eclampsia recorrente com síndrome urêmica hemolítica e deve-se indicar cesárea;

  • C.

    Hepatite deve-se controlar a vitalidade fetal até a 34ª semana e realizar o parto terapêutico;

  • D.

    Corticoterapia e a gravidez deverá ser interrompida em 24 horas.

  • E.

    Síndrome HELLP e deve-se realizar o parto terapêutico;