Medicina Especialidade Obstetrícia

Uma primigesta de 18 anos de idade, com 29 semanas de idade gestacional, deu entrada na emergência referindo cefaleia e edema generalizado há 2 dias. Ao exame clínico, constata-se edema de membros inferiores +2/+4, pressão arterial de 170 mmHg × 116 mmHg, fundo uterino de 27 cm e frequência cardíaca fetal de 136 bpm, com uma contração a cada 20 minutos com duração de 15 segundos cada. A paciente não realizou pré-natal e desconhece seus níveis pressóricos pré-gravídicos.

Com base nesse caso clínico, julgue os itens a seguir.

Supondo que tenha sido realizada ultrassonografia nessa paciente, que revelou peso fetal estimado de 1.000 g, morfologia fetal normal, índice de líquido amniótico de 3,0, com maior bolsão de 1 cm, e placenta tópica grau II de Grannum, é correto afirmar que esse feto apresenta um marcador ultrassonográfico de sofrimento fetal crônico.

  • C. Certo
  • E. Errado