Medicina Especialidade Oftalmologia

Um paciente com paralisia facial pode apresentar graves lesões da córnea devido ao fato de que

  • A.

    a paralisia facial impede a abertura palpebral, bloqueando o movimento de piscar e impedindo que a lágrima seja espalhada na superfície da córnea, o que causa ressecamento e úlceras.

  • B.

    o nervo facial é responsável pela sensibilidade da córnea e, estando lesado, não haverá estímulo para a secreção de lágrima e ocorrerá lesão por falta de lubrificação.

  • C.

    a inervação sensitiva da córnea segue pelo ramo do nervo facial responsável pelo movimento palpebral e a lesão desse nervo poderá causar ceratopatia.

  • D.

    a lesão do nervo facial pode causar lagoftalmo e ceratopatia de exposição.

  • E.

    a lesão causadora do nervo facial normalmente compromete o suprimento vascular do seguimento anterior.