Medicina Especialidade Oncologia

Uma paciente com 50 anos de idade, na fase pós-menopausa, apresentava tumoração de 3,0 cm no quadrante superior externo da mama direita e nódulo duro, móvel e indolor, de 2,5 cm na axila direita. Após o tratamento cirúrgico (mastectomia radical modificada a direita, com esvaziamento axilar homolateral), encontrou-se o seguinte resultado anatomopatológico: carcinoma ductal infiltrante moderadamente diferenciado; grau nuclear II; linfonodos comprometidos: 5/19 examinados; invasão sanguínea e linfática: presente; receptor de estrógeno: positivo (+++/4+); receptor de progesterona: positivo (+++/4+); expressão de c-ERB-B2: negativo.

Com relação ao caso descrito acima, julgue os itens que se seguem.

É desnecessária a realização de radioterapia adjuvante para a paciente, uma vez que ela foi submetida a mastectomia radical modificada.

  • C. Certo
  • E. Errado