Medicina Especialidade Ortopedia

Sobre “fraturas da extremidade distal do úmero”, assinale a alternativa CORRETA.

  • A.

    As fraturas condilares são raras, representando menos de 5% das fraturas do úmero distal, sendo a fratura do côndilo medial a mais frequente.

  • B.

    A fratura supracondiliana, tipo em flexão, resulta geralmente de queda, com a força atingindo a face posterior do cotovelo estendido.

  • C.

    Fraturas transcondilares são comuns em crianças e constituem-se em fraturas do tipo intra-articular.

  • D.

    A classificação de Riseborough e Radin, para as fraturas intercondilares, atribui ao tipo III a fratura deslocada porém sem rotação no plano frontal.

  • E.

    As fraturas intercondilares são as mais comuns do úmero distal e frequentemente são cominutivas.