Questões de Concurso de Otorrinolaringologia - Medicina

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 796904

Prefeitura de Pato de Minas - MG 2015

Cargo: Técnico de Nível Superior I - Área Médico Otorrinolaringologista / Questão 12

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Superior

O Brasil apresenta uma ocorrência expressiva de câncer de laringe quando comparada a outros países da América Latina: cerca de 8.000 casos novos e 3.000 mortes pela doença atingem anualmente a população brasileira. Sobre o tratamento do câncer de laringe, assinale a afirmativa INCORRETA.
  • A. As laringectomias parciais verticais transcervicais não podem ser utilizadas em casos de tumores T1.
  • B. As laringectomias parciais verticais transcervicais são mais indicadas para tumores T2 que acometem o terço anterior da glote.
  • C. O tipo de tratamento para o câncer glótico inicial pode variar, entre cirurgia endoscópica com laser, cirurgia aberta ou radioterapia.
  • D. Para o tratamento cirúrgico com laser transoral em lesões T1, o controle local do tumor primário em três anos é de 92,6% e, em cinco anos, é de 90%.

Questão 796905

Prefeitura de Pato de Minas - MG 2015

Cargo: Técnico de Nível Superior I - Área Médico Otorrinolaringologista / Questão 13

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Superior

Anomalias congênitas representam as principais causas de estridor nos recém‐nascidos e lactentes, destacando‐se a laringomalácia pela sua maior prevalência e, em menor proporção, a membrana ou diafragma laríngeo, a atresia laríngea e a estenose subglótica. Sobre a laringomalácia, assinale a afirmativa INCORRETA.
  • A. Acomete mais o sexo masculino numa proporção de 2:1.
  • B. O estridor atenua‐se com a criança em decúbito ventral ou com extensão da cabeça e pescoço.
  • C. Na maioria das vezes, é necessária a abordagem cirúrgica, uma vez que a obstrução respiratória pode levar a quadros de dispneia grave.
  • D. O diagnóstico é baseado na história clínica e epidemiológica de recém‐nascidos e lactentes com estridor inspiratório, que piora com agitação ou choro e melhora durante o sono.

Questão 796906

Prefeitura de Pato de Minas - MG 2015

Cargo: Técnico de Nível Superior I - Área Médico Otorrinolaringologista / Questão 14

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Superior

A doença de Ménière foi descrita por Prosper Ménière, em 1861. Representa uma das vestibulopatias mais frequentes, com prevalência de 46 a 200 casos em cada 100 mil indivíduos. Sobre essa doença, é INCORRETO afirmar que
  • A. é mais comum em crianças.
  • B. a eletrococleografia é o exame mais apropriado para auxiliar no diagnóstico.
  • C. a Hidropsia Endolinfática (HE) é o substrato histopatológico e caracteriza‐se pela distensão do espaço endolinfático.
  • D. a sua etiologia está associada a processos infecciosos de natureza viral ou bacteriana, doenças imunomediadas, anormalidades no desenvolvimento do osso temporal, predisposição genética, trauma, otospongiose, entre outras.

Questão 796907

Prefeitura de Pato de Minas - MG 2015

Cargo: Técnico de Nível Superior I - Área Médico Otorrinolaringologista / Questão 15

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Superior

Os sintomas otológicos podem ser agrupados em várias classificações, uma delas associa o sintoma de acordo com o local de origem. Assinale o sintoma relacionado à parte anterior (cóclea) da orelha interna.
  • A. Otalgia.
  • B. Vertigem.
  • C. Autofonia.
  • D. Hipoacusia sens¨®rio©\neural.

Questão 796908

Prefeitura de Pato de Minas - MG 2015

Cargo: Técnico de Nível Superior I - Área Médico Otorrinolaringologista / Questão 16

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Superior

A paralisia facial periférica, do tipo idiopático, também chamada paralisia de Bell, pode ser precedida por dor na região mastoidiana, resultando em paralisia completa ou parcial da mímica facial. Sobre a paralisia de Bell, assinale a afirmativa INCORRETA.
  • A. Consiste de acometimento do sétimo nervo craniano.
  • B. É rara antes dos 10 anos de idade e sua incidência é bimodal com picos na terceira e oitava décadas de vida.
  • C. Nas primeiras 48 horas, os sintomas são leves, porém, na maioria das vezes, o paciente evolui para um quadro grave.
  • D. Pode estar associado a distúrbios da gustação, salivação e lacrimejamento, além de hiperacusia desagradável e hipoestesia na zona de Ramsay‐Hunt.

Questão 796909

Prefeitura de Pato de Minas - MG 2015

Cargo: Técnico de Nível Superior I - Área Médico Otorrinolaringologista / Questão 17

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Superior

Otite externa é o quadro que designa quadros inflamatórios na orelha externa. A orelha externa é formada pelo pavilhão auricular e pelo conduto auditivo externo. São patógenos associados à ocorrência de otite externa em portadores de próteses auditivas, EXCETO:
  • A. E. Coli.
  • B. Candida sp.
  • C. Moraxella catarrhalis
  • D. Estafilococos coagulase negativos.

Questão 796910

Prefeitura de Pato de Minas - MG 2015

Cargo: Técnico de Nível Superior I - Área Médico Otorrinolaringologista / Questão 18

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Superior

Estima‐se que 80% das crianças irão apresentar um episódio de Otite Média Aguda (OMA) ao longo dos primeiros 24 meses de vida. NÃO se refere a um fator de risco extrínseco para OMA em crianças:
  • A. Chupetas.
  • B. Uso de toucas.
  • C. Tabagismo passivo.
  • D. Mamadas na posição horizontal.

Questão 796911

Prefeitura de Pato de Minas - MG 2015

Cargo: Técnico de Nível Superior I - Área Médico Otorrinolaringologista / Questão 19

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Superior

O tratamento antibiótico em otite média aguda tem sido amplamente discutido, com estudos e experiências clínicas recentes incentivando cada vez mais um uso criterioso dessas medicações. Sobre o uso de antibióticos para o tratamento da otite média aguda em crianças, assinale a afirmativa INCORRETA.
  • A. O antibiótico de escolha para a maioria dos casos é a amoxicilina.
  • B. Deve‐se tratar com antibiótico OMA não grave bilateral em lactentes de 6 a 23 meses.
  • C. De acordo com recomendações recentes, existe a opção de se tratar ou não otite média aguda não grave, uni ou bilateral, em crianças maiores de 24 meses.
  • D. Deve‐se associar inibidor de betalactamase, se usou amoxicilina nos últimos 45 dias, apresenta otite média aguda recorrente ou tem conjuntivite média aguda associada.

Questão 796912

Prefeitura de Pato de Minas - MG 2015

Cargo: Técnico de Nível Superior I - Área Médico Otorrinolaringologista / Questão 20

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Superior

A otoesclerose é uma oesteodistrofia, que se caracteriza por um aumento da atividade osteoclástica e osteoblástica. O que realmente desencadeia essa remodelagem óssea ainda permanece desconhecido. Assinale a alternativa correta a respeito da otoesclerose.
  • A. É mais comum em homens.
  • B. Aparece normalmente entre a quinta e sétima décadas de vida.
  • C. Geneticamente apresenta uma herança autossômica recessiva.
  • D. Existe relação descrita dessa patologia com a infecção pelo vírus do sarampo.

Questão 637491

Secretaria de Estado da Saúde - ES (SESA/ES) 2013

Cargo: Médico - Área Otorrinolaringologia / Questão 31

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Uma criança, com oito anos de idade, levada a atendimento médico, apresentava quadro de otite média serosa e perda condutiva moderada na orelha esquerda. Na orelha direita, a audição mostrou-se dentro dos limiares de normalidade e a otoscopia não demonstrou alterações. Considerando o quadro clínico apresentado e aspectos relacionados à otite e aos reflexos auditivos, assinale a opção correta.

  • A.

    Nesse caso clínico, recomenda-se a realização de imitanciometria com curva tipo B bilateralmente.

  • B.

    O reflexo cócleo-palpebral está presente já em recém-nascidos, sendo a via aferente desse reflexo o nervo coclear e a eferente, o nervo oculomotor.

  • C.

    Durante a pesquisa dos reflexos acústicos, o procedimento mais comum, em casos como o descrito, é verificar a ausência de reflexo ipsi e contralateral em ambas as orelhas dado o comprometimento da aferência com o estímulo à esquerda e da eferência ao se estimular a orelha direita.

  • D.

    As emissões otoacústicas estão presentes em casos de afecções da orelha média, uma vez que as células ciliadas externas têm função normal.

  • E.

    Crianças com otite média com efusão podem apresentar falta de atenção, alterações comportamentais, alteração do desempenho escolar, atraso no desenvolvimento da linguagem e fala, manipulação da orelha, irritabilidade excessiva, alterações do sono, problemas de equilíbrio, falta de coordenação ou atraso no desenvolvimento motor.