Medicina Especialidade Otorrinolaringologia

Um paciente de sete anos de idade, com quadro prévio de rinossinusite aguda, em tratamento clínico havia cinco dias, apresentou, no quarto dia de tratamento, edema palpebral e dificuldade na abertura ocular, exoftalmia, quemose, hiperemia conjuntival, dor e dificuldade na mobilidade ocular. A acuidade visual estava preservada. Com base nesse quadro clínico, assinale a opção correta.

  • A.

    É mandatório e urgente que se investigue a existência de imunodeficiência visto que complicações como a descrita são muito raras em crianças nessa faixa etária, em razão de as suturas dos ossos nasais estarem fechadas e os forames neurovasculares ainda não estarem abertos.

  • B.

    Segundo a classificação de Chandler et al., o quadro descrito acima é compatível com o grupo 3, que corresponde a abscesso orbital.

  • C.

    Os quadros de conjuntivite bacteriana estão fortemente relacionados à rinossinusite aguda, logo o edema palpebral, a quemose e a hiperemia conjuntival estão relacionados à conjuntivite.

  • D.

    Na síndrome da fissura orbital superior, apenas os nervos cranianos III e IV estão envolvidos: o globo ocular torna-se parcialmente imóvel, a pupila fica dilatada e não reagente à luz e ocorre ptose.

  • E.

    A síndrome do ápice orbitário é similar à da fissura orbitária superior, e inclui estruturas do forame óptico, ocorrendo também amaurose.