Medicina Parte Geral

       Um homem de 60 anos de idade procurou o prontosocorro devido a dor epigástrica intensa, contínua e iniciada subitamente, 6 horas após ingestão de bebida alcoólica, que piora com deambulação, não é irradiada e está associada a sudorese fria. O paciente é alcoolista crônico, hipertenso em uso irregular de medicação, tabagista e hipercolesterolêmico. No seu exame físico, destacam-se ansiedade, pressão arterial de 110 mmHg × 60 mmHg, freqüência cardíaca de 120 bpm, abdome distendido, dor à palpação do epigástrio, ausência de sinais de irritação peritoneal, ruídos hidroaéreos presentes e diminuídos. O hemograma admissional apresentou 52% de hematócrito, 20.000 células/mm3 de leucócitos, 230 mg/dL de glicemia, 500 U/L de desidrogenase láctica (DHL), 400 U/L de amilase sérica - valor de referência: até 110 U/L -, 55 mg/dL de uréia, 1,9 mg/dL de creatinina.

Julgue os itens que se seguem, acerca do caso clínico hipotético descrito acima.

Considerando o diagnóstico clínico mais provável, na abordagem terapêutica básica inicial desse caso deve-se considerar a internação do paciente, dieta oral líquida sem resíduos, repouso no leito, analgesia com opiáceos - meperidina, por exemplo - e controle do balanço hídrico.

  • C. Certo
  • E. Errado