Medicina Parte Geral

Um homem de 54 anos, tabagista, queixa-se de disfagia progressiva há 8 meses, tendo emagrecido 3 quilos. A endoscopia mostra eritema no terço distal do esôfago e resistência à passagem do aparelho na transição esofagogástrica. A manometria revela falta de peristalse no corpo do esôfago e pressão aumentada no esfíncter inferior do mesmo, com relaxamento incompleto à deglutição. O diagnóstico é

  • A.

    acalasia.

  • B.

    esôfago de Barret.

  • C.

    esclerodermia.

  • D.

    refluxo gastroesofágico.

  • E.

    espasmo de esôfago.