Medicina Parte Geral

Um homem com 30 anos de idade, procedente da região amazônica, foi atendido em uma unidade hospitalar com febre alta, calafrios e sudorese. O paciente evoluiu com queixas de forte cefaléia, dispnéia, taquipnéia, cianose de extremidades e facial, oligúria e hematúria (com urina enegrecida). O exame físico pulmonar evidenciou estertores difusamente em todos os campos pulmonares. Os exames laboratoriais mostraram saturação de oxigênio de 85%, anemia severa, plaquetopenia leve e elevação dos níveis séricos de uréia, creatinina e potássio. No exame adotado no Brasil para a pesquisa do agente etiológico, constatou-se a presença do parasito causador da malária. O eletrocardiograma convencional do paciente revelou ritmo sinusal, freqüência ventricular média de 90 bpm, onda P achatada, alargamento do complexo QRS e ondas T apiculadas. A radiografia de tórax mostrou um infiltrado pulmonar difuso bilateral.

Diante dessa situação clínica hipotética, julgue os próximos itens.

O paciente em foco apresentou quadro clínico-laboratorial compatível com edema agudo de pulmão, que pode complicar a infecção que o acomete e cuja fisiopatogênese, na maioria dos casos de malária, tem mecanismo cardiogênico, com importante elevação da pressão capilar pulmonar.

  • C. Certo
  • E. Errado