Medicina Parte Geral

Um jovem de 18 anos refere que há 6 meses vem apresentando 1 a 2 crises de asma por semana, acordando cerca de 1 ou 2 vezes por mês com tosse e desconforto respiratório. As crises não têm interferido com suas atividades diárias e registrou volume expiratório no 1o segundo de 81% do esperado. Recomenda-se, como primeiro passo na terapia medicamentosa,

  • A.

    corticoesteróide inalatório, em dose baixa, 2 vezes ao dia.

  • B.

    associação de corticoesteróide e beta-2 agonista de longa duração, em 2 doses diárias.

  • C.

    beta-2 inalatório de longa duração, em dose única diária.

  • D.

    beta-2 agonista inalatório de curta duração, quando necessário.

  • E.

    corticoesteróide inalatório em dose moderada/alta, aplicado à noite.