Medicina Parte Geral

Um homem de 30 anos, tabagista, sem antecedentes mórbidos significativos, procura o pronto-socorro com queixa de febre, calafrios, anorexia, astenia e tosse produtiva há 1 dia. Apresenta pulso de 118 bat/min, PA = 96 × 68 mmHg, freqüência respiratória de 34 mr/min, temperatura axilar de 39°C, diminuição do murmúrio vesicular na base e estertores no terço médio do pulmão direito. A radiografia de tórax mostra condensação alveolar no lobo inferior direito e pequeno derrame pleural do mesmo lado. Os exames iniciais mostram uréia = 70 mg/dL, creatinina = 1,6 mg/dL, Na = 129 mEq/L, K = 4,0 mEq/L, glicemia = 98 mg/dL, Hb = 13,8g/dL, leucócitos = 16.000/mm3, com desvio à esquerda e saturação de O2 = 90% em ar ambiente. O médico deve iniciar tratamento

  • A.

    em regime hospitalar com fluorquinolona IV e drenagem do derrame pleural.

  • B.

    no pronto socorro com administração de uma dose de fluorquinolona IV, seguido de tratamento ambulatorial por via oral e retornos diários por pelo menos 3 dias consecutivos, para acompanhamento clínico evolutivo.

  • C.

    em regime hospitalar com ceftriaxona e macrolídeo IV e solicitar radiografia de tórax em decúbito lateral direito.

  • D.

    em regime hospitalar com fluorquinolona IV, por 24 a 48 horas, prosseguindo com tratamento ambulatorial se a evolução for favorável.

  • E.

    em regime ambulatorial com amoxicilina-clavulanato, ou macrolídeo, ou fluorquinolona por via oral, com retorno em 48 horas para avaliação radiológica do derrame pleural.