Medicina Parte Geral

Francisco, com sessenta e cinco anos de idade, servidor público aposentado, foi atendido em assistência médica apresentando dispneia e tosse produtiva com secreção clara. O paciente relatou que sentia esses sintomas havia cinco anos e que inicialmente eles ocorriam uma vez a cada três meses, mas que, com o passar do tempo, passaram a ocorrer uma vez ao mês. Francisco disse, ainda, que, havia dois dias, apresentou febre e tosse com secreção amarelada. Ao ser indagado, o paciente informou ser tabagista e consumir quarenta maços de cigarro/ano. Ao exame físico, Francisco apresentou fácies pletórica, cianose nas extremidades, frequência respiratória de 30 irpm, frequência cardíaca de 100 bpm e pressão arterial de 150 mmHg × 90 mmHg. A ausculta respiratória revelou murmúrio vesicular fisiológico com crepitações inspiratórias nas duas regiões infraescapulares. No exame físico realizado, não foram constatadas outras alterações.

Considerando o caso clínico hipotético apresentado acima, julgue os itens seguintes.

Caso seja realizada gasometria arterial no paciente, serão obtidos, provavelmente, os seguintes dados clínicos: pH = 7,40; PaO2 = 50 mmHg; PaCO2 = 60 mmHg; saturação de oxigênio = 87%. Esses dados indicam a existência de um desequilíbrio relevante entre a ventilação e a perfusão pulmonar.

  • C. Certo
  • E. Errado