Medicina Parte Geral

Paciente de 60 anos, sexo feminino, é admitida na UTI devido a perda súbita de força no dimídio direito e disartria. Ao exame, consciente, eupnéica, TA 190 x 110 mmHg, ausculta pulmonar limpa, ritmo cardíaco irregular por fibrilação atrial. A conduta correta é:

  • A.

    realizar de urgência ressonância magnética para descartar AVC hemorrágico e planejar a terapêutica trombolítica

  • B.

    iniciar esmolol intravenoso para redução da pressão arterial para níveis normais (130 x 90 mmHg), evitando a hipotensão arterial

  • C.

    administrar r-TPA ou estreptoquinase endovenosa até 180 minutos após o início dos sintomas.

  • D.

    caso se confirme AVC isquêmico hemisférico, está recomendado o uso profilático de anticonvulsivantes durante os primeiros sete dias

  • E.

    se não for candidata a trombólise, considerar a anticoagulação com heparina para prevenção de novo ictus