Medicina Parte Geral

Um homem de 70 anos vinha bem controlado de hipertensão, com o uso de enalapril 10 mg e hidroclorotiazida 12,5 mg ao dia há 10 anos. Há 3 meses vem apresentando níveis pressóricos crescentes, apesar de ter sido dobrada a dose de suas medicações e acrescentado atenolol 50 mg. Está atualmente com PA = 176 × 96 mmHg, sem sintomas e sem outras alterações no exame físico. Os níveis de uréia e creatinina permanecem normais.

Deve-se suspeitar de

  • A. tumor adrenal.
  • B. hipertireoidismo apático.
  • C. hipertensão renovascular.
  • D. hipertensão factícia por enrijecimento arterial.
  • E. tolerância a inibidor da ECA.