Medicina Especialidade Patologia

Texto IX, para responder às questões 42 a 43

O diabete mellitus (DM) representa uma síndrome que cursa com alterações no metabolismo e hiperglicemia inapropriada, devido à ausência de produção ou atividade biológica da insulina. O DM é classificado como do tipo I ou diabete mellitus insulino-dependente, do tipo II ou diabete mellitus não-insulinodependente. Aproximadamente de 5 a 10% dos diabéticos possuem diabetes tipo I, e a expectativa de vida é reduzida, em média, em 15 anos; de 90 a 95% dos diabéticos apresentam a do tipo II, com expectativa de vida reduzida de 5 a 7 anos.

Com relação ao diabete mellitus não-insulinodependente ou do tipo II, assinale a alternativa correta.

  • A.

    Pacientes acometidos por essa doença apresentam dislipidemia, devido ao aumento do colesterol HDL, que os predispõe à doença macrovascular.

  • B.

    A dosagem das hemoglobinas glicadas reflete os níveis da glicemia nas últimas semanas, e é uma dosagem de escolha para o diagnóstico de pacientes com DM do tipo II.

  • C.

    A dosagem de proteinúria na urina de 300 mg/L e de microalbuminúria de 25 mg/L em urina de 24 horas é indicativo de nefropatia diabética.

  • D.

    O paciente que apresenta glicosúria com níveis normais de glicose no soro precisa ser monitorado para evitar o desenvolvimento de diabete.

  • E.

    Pacientes que apresentam glicemia de jejum de 119 mg/dL e tolerância à glicose de 160 mg/dL, determinados em mais de uma vez, são considerados intolerantes à glicose.