Medicina Especialidade Pediatria

         Um lactente de 18 meses de idade, com carteira de vacinação atualizada, procedente de zona periurbana do DF, onde sempre morou e de onde não se afastou nos últimos 12 meses, deu entrada na emergência de um hospital terciário. De acordo com relato da mãe, há dois meses a criança apresenta febre moderada, em torno de 38 ºC, anorexia e astenia intensa, a ponto de não se por de pé, diarréia e perda de peso de aproximadamente 6 kg. Há uma semana, passou a apresentar manifestações respiratórias com tosse produtiva, dificuldade para respirar e inchaço nos membros inferiores. Ao exame físico, o médico pediatra observou hipertermia, taquipnéia, taquicardia, micropoliadenopatia em quase todas as cadeias, sinais de desnutrição, anemia, hepatoesplenomegalia, edema de membros inferiores. A partir desse quadro, o pediatra estabeleceu quatro hipóteses diagnósticas: calazar, febre tifóide, SIDA e tuberculose.

Com base no caso clínico relatado acima, julgue os itens a seguir.

A história clínica relatada e exame físico associado a um hemograma que apresente pancitopenia sugere fortemente o diagnóstico de leishmaniose visceral. O teste diagnóstico padrão-ouro seria a intradermorreação de Montenegro.

  • C. Certo
  • E. Errado