Medicina Especialidade Pediatria

A tuberculose, no Brasil, é uma doença endêmica e um problema de saúde pública. Na infância, a comprovação etiológica da doença não é obtida na maioria dos casos. A suspeita e muitas vezes o tratamento são estabelecidos a partir da história clínica, da realização do PPD e de informações epidemiológicas. A prevenção se faz a partir da vacinação com o BCG, evitando os casos graves. Acerca dos conhecimentos sobre a tuberculose na infância e à luz das informações do Programa Nacional de Controle da Tuberculose, assinale a opção correta.

  • A.

    A conduta correta para um recém-nascido de mãe com tuberculose pulmonar e em tratamento há 10 dias, logo após o nascimento, é vacinar com o BCG e suspender o aleitamento materno.

  • B.

    As lesões pulmonares são ricas em bacilos e o lavado gástrico tem sensibilidade de 90% para o diagnóstico de tuberculose pulmonar.

  • C.

    Considere que um pré-escolar de 3 anos de idade, vacinado com BCG no primeiro mês de vida, contactante de doente com tuberculose pulmonar, apresentando sintomas respiratórios há duas semanas, realizou uma radiografia do tórax que demonstrou uma condensação em lobo inferior direito. O teste tuberculínico mostrou uma área de induração de 9 mm. Nessa situação, de acordo com o sistema de pontuação do Programa Nacional de Controle da Tuberculose, o diagnóstico de tuberculose pulmonar é possível.

  • D.

    Em todas as formas de tuberculose pulmonar e extrapulmonar, exceto a meningoencefálica, a primeira fase do tratamento dura dois meses e associa as drogas isoniazida, rifampicina e pirazinamida, nas doses de 10 mg/kg, 10 mg/kg e 35 mg/kg, respectivamente.