Medicina Especialidade Pediatria

Uma criança de oito anos de idade, sexo feminino, previamente hígida, residente no entorno do Distrito Federal, é admitida na pediatria de um hospital por evoluir com dificuldade de marcha iniciada há dez dias, com piora progressiva, até perda da marcha em três semanas. O seu exame clínico evidenciou paralisia flácida de membros inferiores com reflexos patelares e aquileus abolidos e bexiga neurogênica. Considerando essa situação, assinale a alternativa correta.

  • A.

    Para o diagnóstico de mielorradiculopatia esquistossomótica, a ressonância magnética de coluna é o exame neurorradiológico de primeira escolha em crianças.

  • B.

    A eletroneuromiografia tem características específicas para o diagnóstico da mielorradiculopatia por esquistossomose.

  • C.

    Diante da suspeita de tumor intrarraquidiano, os achados de mielotomografia computadorizada têm sensibilidade de 63%.

  • D.

    Não há indicação de notificação para casos suspeitos de paralisia flácida/poliomielite, pelo fato de a poliomielite por vírus selvagem ter sido erradicada.

  • E.

    Nesse caso, pode-se afastar definitivamente o diagnóstico de mielorradiculopatia por esquistossomose, pois essa forma de apresentação neurológica só acomete adultos e idosos.