Medicina Especialidade Pediatria

Acerca do manuseio de tecnologias que visem diminuir as repercussões da prematuridade sobre um recém-nascido, é correto afirmar que

  • A.

    a corticoterapia antenatal, administrada menos de 24 horas antes do parto em uma parturiente com 31 semanas gestacionais, reduz a frequência e a intensidade da doença da membrana hialina e da hemorragia intracraniana.

  • B.

    o parto vaginal em parturientes com feto pesando menos de 1. 000 g, e o parto por via abdominal na mesma situação, apresentam diferença de resultado quanto à presença de tocotraumatismo, particularmente hemorragia intracraniana.

  • C.

    surfacante pulmonar exógeno administrado em neonatos com mais de 72 horas de vida extrauterina reduz os efeitos graves e a mortalidade causados pela doença da membrana hialina.

  • D.

    bom controle térmico, hidreletrolítico e infeccioso aumentam o risco de complicações como persistência do canal arterial e hemorragia intracraniana.

  • E.

    manutenção da PaO2 entre 50 mmHg e 80 mmHg e a saturação de oxigênio entre 85% e 94% aumentam a frequência de retinopatia da prematuridade e de deficit auditivo.