Medicina Especialidade Pediatria

Um prematuro com 33 semanas gestacionais nasceu após 15 dias de rotura prematura de membranas. Ele apresentou dificuldade respiratória inicial importante e foi encaminhado para a unidade de cuidados intensivos neonatais. Uma radiografia do tórax mostrou um infiltrado reticulogranular com broncograma aéreo até a periferia em ambos os pulmões.

Acerca desse caso clínico, julgue os seguintes itens.

I O prematuro em questão é classificado como extremo.

II A rotura prematura e prolongada de membranas amnióticas, mesmo que tratada, representa um fator de risco importante para infecção ascendente.

III Não se podem excluir três diagnósticos para o caso apresentado: doença da membrana hialina, pneumonia por Streptococcus agalactiae e hemorragia pulmonar.

IV Esse recém-nascido deve receber surfactante exógeno na dose única de 200 mg/kg.

V Esse recém-nascido deve receber antibioticoterapia ampla, com ampicilina na dose de 50 mg/kg a 100 mg/kg de 12 em 12 horas e gentamicina na dose de 5 mg/kg a cada 24 horas.

 A quantidade de itens certos é igual a

  • A.

    1.

  • B.

    2.

  • C.

    3

  • D.

    4.

  • E.

    5