Medicina Especialidade Pediatria

Uma criança de cinco anos de idade chegou ao prontosocorro com quadro de rinorreia, congestão nasal, febrícula, halitose e edema periorbitário sem dor. A mãe referiu que a criança apresentou tosse diurna, que se agravava à noite havia cerca de quinze dias e negou a ocorrência de vômitos ou diarreia.

Em relação a esse caso clínico, a conduta médica mais adequada é

  • A.

    prescrever antibioticoterapia e acompanhar a evolução do quadro.

  • B.

    solicitar hemograma.

  • C.

    solicitar exame de raios X de seios da face.

  • D.

    solicitar dosagem de eletrólitos sanguíneos.

  • E.

    solicitar hemocultura.