Medicina Especialidade Pediatria

Uma criança de três anos de idade, procedente do município de Barreiras, interior da Bahia, apresenta febre diária, de grau moderado, há vinte dias, acompanhada de inapetência, perda de peso e palidez cutaneomucosa. As vacinas estão em dia, e a criança não apresenta vômito nem diarréia. Ao exame físico, registra-se esplenomegalia, com o baço palpável a 4 cm da borda costal. A criança mostra-se apática, emagrecida. Na pele, identificam-se petéquias na região do tronco e nos membros inferiores, além de algumas equimoses. Nota-se, ainda, palidez cutaneomucosa acentuada e gânglios aumentados de volume nas cadeias cervicais, axilares e inguinais. A ausculta cardiopulmonar é normal e a freqüência respiratória também é normal. Os exames laboratoriais revelaram anemia normocrômica e normocítica, com dosagem de hemoglobina de 8 g/dL. A contagem de plaquetas foi de 30.000/mm3 e a de leucócitos, 60.000/mm3. A eletroforese de proteínas plasmáticas foi normal.

Considerando esse caso clínico, julgue os itens que se seguem.

Havendo suspeita de calazar, justifica-se, devido à gravidade potencial do quadro dessa doença, a instalação imediata do tratamento específico, a título de prova terapêutica, mesmo nos locais onde os exames laboratoriais são disponíveis.

  • C. Certo
  • E. Errado