Medicina Especialidade Pediatria

Uma criança de oito anos de idade vem sendo tratada de anemia ferropriva há três anos. Não foi verificado aumento dos níveis de hemoglobina plasmática, nesse período. Trata-se de criança ativa, saudável, sem palidez cutaneomucosa nem visceromegalias. Sua alimentação foi feita sempre dentro do padrão normal em cada faixa etária, e a criança tem bom apetite. O exame físico é normal. Diagnóstico de anemia ferropriva foi formulado após avaliação hematológica rotineira, na qual se identificou nível de hemoglobina de 10 g/dL, microcitose e hipocromia moderadas. A criança submeteu-se, nesse período, a três ciclos de tratamento com sulfato ferroso, em dose adequada, por três meses em cada ciclo. A medicação foi corretamente ministrada pela mãe, sem interrupções. Apesar dos ciclos de tratamento, a hemoglobina permaneceu no mesmo nível inicial. O hemograma feito por ocasião da consulta atual mostrou hemoglobina de 10,2 g/dL e reticulocitose moderada. O restante do exame é normal.

Com referência a esse quadro clínico, julgue os itens subseqüentes.

A pesquisa de antepassados de origem mediterrânea e o achado de níveis elevados de hemoglobina fetal no sangue periférico são indispensáveis ao esclarecimento diagnóstico do problema apresentado pela criança cujo quadro clínico foi descrito.

  • C. Certo
  • E. Errado