Medicina Perícia Criminal

           No local de um crime de assassinato, o perito criminal observou a presença de uma chave philips, ferramenta manual utilizada normalmente para rosquear parafusos. A chave philips possui ponta fina, cônica, com chanfraduras que se encaixam na cabeça dos parafusos.

Considerando essa situação hipotética, assinale a opção correta, relacionada às lesões que podem ter sido provocadas no cadáver com esse instrumento perfurante.

  • A.

    Se existir lesão no cadáver em forma de casa de botão, está descartada a possibilidade de a ferida ter sido provocada pela chave philips, pois trata-se de instrumento perfurante.

  • B.

    Segundo a Primeira Lei de Filhos, na convergência de regiões com linhas de força de sentidos diferentes, a extremidade da lesão assume o aspecto de triângulo ponta de seta, e a chave philips é um instrumento eficiente para provocar tal lesão.

  • C.

    Langer estabeleceu que, se a lesão tiver a forma de casa de botão, o instrumento causador possui dois gumes, o que torna a chave philips ineficiente para produzir esse tipo de lesão.

  • D.

    Caso o instrumento em tela tenha sido usado para lesionar o cadáver, pelas leis de Filhos e de Langer, não será possível a distinção entre lesão em vida ou após a morte.

  • E.

    Caso a chave philips tenha produzido lesão no cadáver, esta pode ser semelhante a um triângulo ou à ponta de uma seta.