Medicina Especialidade Pneumologia

Na avaliação da espirometria em pacientes com doença obstrutiva, a variação após broncodilatadores positiva para fluxos e volumes, de acordo com as diretrizes brasileiras de função pulmonar, deve alcançar pelo menos os seguintes valores, em litros, para VEF1, CVF e capacidade inspiratória, respectivamente,

  • A.

    0,20; 0,35; 0,30.

  • B.

    0,25; 0,40; 0,35.

  • C.

    0,20; 0,25; 0,35.

  • D.

    0,20; 0,30; 0,35.

  • E.

    0,25; 0,35; 0,30.