Medicina Especialidade Pneumologia

Em relação ao tromboembolismo pulmonar (TEP), pode-se afirmar que:

  • A.

    a dispneia é o sintoma mais frequente de TEP, e a taquipneia o sinal mais comum.

  • B.

    após a suspensão de anticoagulação, o risco de TEP recorrente é surpreendentemente baixo

  • C.

    o uso de heparina de baixo peso molecular, no TEP, se associa a maiores taxas de mortalidade e hemorragias de vulto quando comparado ao uso de heparina não fracionada.

  • D.

    a presença de infarto pulmonar, em geral, indica TEP maciça, com extenso comprometimento associado.

  • E.

    a insuficiência cardíaca esquerda progressiva é a causa habitual de morte noTEP.