Medicina Especialidade Pneumologia

A tuberculose latente atinge aproximadamente um terço da população mundial e o risco de sua progressão para tuberculose ativa está estimado em até 10% ao ano, entre pessoas infectadas pelo HIV. Isso torna a tuberculose a doença oportunista mais frequente e que mais mata pessoas com HIV/AIDS no mundo. O teste tuberculínico (TT) é um dos instrumentos de identificação da tuberculose latente e é complementar para o diagnóstico de tuberculose ativa. O resultado do TT orienta a abordagem para o tratamento da tuberculose latente. Sobre a tuberculose latente, avalie as assertivas a seguir:

I. Um indivíduo é considerado infectado quando o resultado do teste (área de enduração) for maior ou igual a 10 mm. O resultado do TT orienta a abordagem para o tratamento da tuberculose latente.

II. Estratégias para reduzir a incidência de tuberculose em pessoas com HIV/AIDS incluem o uso preventivo de isoniazida em pacientes com tuberculose latente, a indicação de terapia antirretroviral e as medidas de prevenção de transmissão da doença na comunidade, detectando-se precocemente os casos bacilíferos.

III. O tratamento da tuberculose latente com isoniazida é de fundamental importância no controle da tuberculose, podendo reduzir o risco de adoecimento em 60-90% dos casos.

 IV. Na abordagem preventiva, são prioritários os indivíduos que têm imunodepressão ou que recebem tratamento com imunodepressores, crianças menores de dois anos e idosos, assim como profissionais e estudantes que estejam sob maior risco de se infectar devido à exposição ocupacional.

Está(ão) CORRETA(S):

  • A.

    Apenas as afirmativas I, II e III.

  • B.

    Apenas a afirmativa III.

  • C.

    Todas as afirmativas.

  • D.

    Apenas as afirmativas II, III e IV.

  • E.

    Apenas as afirmativas III e IV.