Medicina Especialidade Pneumologia

Pacientes imunocomprometidos secundário à quimioterapia ou transplante de medula óssea (TMO) são mais susceptíveis a diferentes organismos do que os que acometem o paciente HIV+. As complicações pulmonares devem ser classificadas cronologicamente: período neutropênico pré-transplante, período por transplante precoce (31-100 dias após o TMO) e período pós-transplante tardio (>100 dias após TMO). Pacientes submetidos a transplante de órgão sólido são susceptíveis a agentes infecciosos similares aos transplantados de medula óssea. Assinale a alternativa incorreta.

  • A.

    Na fase neutropênica os pacientes com TMO são particularmente susceptíveis a infecção bacteriana por gram negativo e a candidíase, como também a aspergilose invasiva

  • B.

    Na fase precoce, o risco de infecção é predominantemente por bactérias hospitalares, nos pacientes com TMO

  • C.

    Nos pacientes com TMO, na fase tardia, a infecção mais comum é a bacteriana, embora mycobacteria também deva ser considerado.

  • D.

    Seis meses após o transplante de órgão sólido, pacientes com adequada função do órgão transplantado desenvolvem infecção somente ocasionalmente e o organismo infectante tende a ser aquele da população não transplantada.

  • E.

    De 1 a 6 meses após o transplante de órgão sólido, vírus tais como CMV, Epstein-Barr e o Herpes simples tornam- se as principais causas de infecção pulmonar